Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

Dr. José Hamilton


Acredito que o psiquiatra é o médico da qualidade de vida, por isto considero a Psiquiatria como uma das áreas mais fascinantes da medicina, ao lidar com as emoções, pensamentos e comportamentos do ser humano.

O maior desafio do médico psiquiatra é oferecer um atendimento integral, buscando integrar a parte biológica, psíquica e social que existe em cada um de nós.

Em minha prática clínica procuro realizar um atendimento humanizado, com o tempo necessário para ouvir, investigar diagnósticos diferenciais e prescrever um tratamento personalizado. Para saber mais sobre como é uma consulta com psiquiatra clique e leia aqui.

Como medico psiquiatra em Florianópolis, costumo atender pacientes apresentando os mais diversos quadros, incluindo:

  • Depressão,
  • Ansiedade,
  • Transtorno de Pânico,
  • Fobias,
  • Tabagismo,
  • Transtorno Bipolar,
  • Transtorno Obessivo Compulsivo (TOC),
  • Transtorno de Deficit de Atenção (TDAH),
  • Transtornos Demenciais (Alzheimer, Demência Vascular),
  • Dependência ao álcool,
  • Dependência a drogas,
  • Transtorno Psicóticos, Esquizofrenia,  dentre outros.

Dr. José Hamilton Vargas
Médico Psiquiatra
CRM-SC 17236

 

Entrevistas para TV e Vídeos

Dr. Hamilton explica como é uma consulta com o psiquiatra

Dr. José Hamilton em entrevista na RIC Record sobre Bulimia, Ansiedade e Compulsão Alimentar.

 

Entrevista com Dr. José Hamilton sobre síndrome do pânico e agorafobia para TV Bandeirantes.

 

Reportagem sobre Dependência ao Crack pela TV Brasil

33 Comentários

Adicione o seu
  1. 1
    Gabriel

    Nunca fiz qualquer tipo de tratamento e recentemente fiz um exame de sangue para medir meu nível de lítio.
    O resultado foi “inferior a 0, 25″, mas segundo o próprio exame o nível recomendado é “nivel terapeutico: 0, 60 a 1, 20 meq/l”.
    Isso mostra que sou bipolar?

    • 2
      Dr. José Hamilton

      Caro, Gabriel

      Não se preocupe, pois o lítio é o utilizado como tratamento, ou seja, normalmente, nossos níveis sanguíneos são baixos mesmo.

      Você não é bipolar por ter pouco lítio, ok?

  2. 5
    Méllanny

    Tenho interesse em fazer o exame Neurofarmagen esse procedimento é feito em seu consultório ou em uma outra clinica que pudesse me sugerir?
    Obrigada!

    • 6
      Dr. José Hamilton

      Ola, Mellany

      Este exame é solicitado pelo médico e coletado no próprio consultório e realizado pelo Laboratório GSK.

      Para solicitar o exame é preciso realizar uma consulta para avaliar a necessidade, afinal é uma exame de alto custo, em torno de R$5.000,00.

      Espero que tenha gostado da explicação. :-)

  3. 8
    Edilson Klein

    Boa tarde, sempre fui uma pessoa muito ativa, muito alegre, ultimamento ( ultimos 2 anos ) tenho me sentido sem vontade pra nada, ja faço tratamento para a tireoide oque resolveu meu cansaço, mas continuo sem vontade de sair, me tornei uma pessoa mau humorada, estou estragando meu relacionamento, quer dizer, ja estraguei e vejo que chegou a hora de tomar umas atitudes , quero voltar a ser alegre e pelo que li estou com depressão, mas preciso de opiniao profissional, preciso agendar com muita antecedência , desde ja agradeço sua atenção. OBRIGADO

    • 9
      Dr. José Hamilton

      Edilson.

      Vejo que está buscando melhorar e isto é sempre o primeiro passo.

      É importante que saiba que várias condições podem gerar sintomas como os teus, por isto, faz-se necessário uma consulta para avaliar o diagnóstico correto e descartar quadros orgânicos, como o problema de tireóide que mencionou.

      Se for confirmado um quadro depressivo, existem excelentes opções de tratamento para que volte a ser aquela pessoa alegre e ativa.

      Um abraço

  4. 10
    daniel pozzer

    ola doutor minha mulher tem depressao ja fomos em muitos medicos msa ninguem acertou um medicamento eficaz ok fez bem foi ESC mas deu ploblema na urina gostariamos de saber ok fazer pois medicos daqui estao fazen nos de bobos por favor nos ajude

    • 11
      Dr. José Hamilton

      Daniel,

      É importante saber que existem vários medicamentos antidepressivos, por isto não desista.
      Além disto, é preciso começar por um bom diagnóstico, inclusive descartando outras doenças.

      Cuide-se e boa sorte!

  5. 12
    Cristiane

    Boa tarde Dr. tenho sintomas como tremor nas mãos, minhas pernas ficam “mole”, o coração dispara,
    as vezes me dá falta de ar, tudo ao mesmo tempo. Isso tem me prejudicado muito não consigo nem
    escrever meu nome. É de uma hora pra outra estou bem e de repente acontece. Já fiz tratamento,
    tomei remédio mas só me senti bem enquanto tomava, parei de tomar e voltei a ter essas “crises”.
    Gostaria de saber se tem tratamento para cura desse problema?

    • 13
      Dr. José Hamilton

      Ola, Cristiane

      Já atendi casos semelhantes, mas cada um tem uma particularidade, é importante analisar melhor para descobrir o melhor tratamento.

      Mas com certeza vale a pena :-)

  6. 14
    Nana

    Dr. gostaria de saber se faz tratamento pra compulsão alimentar. Acredito ter esta compulsão, mas precisamos investigar melhor. Desde criança fui gulosa, com doce principalmente…comia tudo antes de meus irmãos. E continuo assim. Não consigo guardar comida, tenho que comer tudo até acabar. Estou sempre querendo comer, principalmente a noite. Amo massa e doce. Parece que preciso comer pra me completar, senão meu dia não valeu a pena. Apesar da boa genética a idade esta pesando e os quilos aparecendo. Engordei demais. Atende convênio? Obrigada

    • 15
      Dr. José Hamilton

      Olá, Nana

      Compulsão alimentar é uma vontade irrestível de comer e geralmente acontece um período curto de tempo. Por exemplo, aqueles ataques de gula onde assaltamos a geladeira ou o armário, depois ficamos cheios de culpa.

      Realizo sim o tratamento, que deve começar, sobretudo, após uma avaliação e boa conversa para entender o que realmente está por trás das compulsões.

      Boa sorte

  7. 16
    Soraia

    Oi doutor. Gostaria de saber sua opinião se é comum confundir depressão com transtorno bipolar. Me tratei durante dois anos e o médico em questão sempre me disse que eram crises de depressão associada a ansiedade, agora estou tratando transtorno bipolar, mas percebo que não tenho melhoras significativas, são esporádicas.

    Obrigada desde já.

    • 17
      Dr. José Hamilton

      Oi, Soraia

      É comum sim, pois depressão pode ser um momento do transtorno bipolar. Porém o tratamento da depressão bipolar é diferente, com medicamentos específicos e mais eficientes para melhorar o humor nestes casos.

      Boa sorte e se cuide!

  8. 18
    Rafael

    Boa tarde Dr.

    Gostaria de uma opiniao referente a tratamento para transtornos e dificuldades sexuais, tenho uma patologia chamada ejaculaçao retardada e já passei por alguns urologistas, que me instituiram tratamentos pouco ou nada eficazes. A conclusao foi de que nao havia razao organica ou fisiologica para tal dificuldade, motivo pelo qual me indicaram um acompanhamento psiquiatra. Fui informado também que poucos profissionais tem experiencia no assunto.

    Pergunto, há algum tipo de profissional específico para isso, ou qualquer psiquiatra é capaz de diagnosticar e tratar adequadamente meu problema?

    Muito obrigado

    • 19
      Dr. José Hamilton

      Ola, Rafael

      Ejaculação retarda é a demora para atingir o orgasmo, enquanto a precoce é rápida demais.
      Existem sim especialistas em saúde sexual, mas não é necessariamente uma residência médica.

      A avaliação do problema e da pessoa como um todo pode resultar em melhores resultados. Como meu tratamento é voltado para qualidade de vida, tenho tido boas respostas em diversos pacientes com problemas na área sexual, incluindo perda de libido, ejaculação precoce e retardada.

  9. 22
    Bruno Piazza

    Olà DR,

    Meu pai sofre de esquizofrenia quando não toma remédios acha que as pessoas estão querendo fazer mal para ele e não sai de casa, mas o meu questionamento é o seguinte até os 42 anos de idade ele era uma pessoa absolutamente normal depois de uma dificuldade financeira ele ficou assim a dezoito anos ele toma medicamentos, será que teria como ir na raiz desse trauma e tratar para voltar a não depender mas de medicamentos?

    • 23
      Dr. José Hamilton

      Caro Bruno,

      A esquizofrenia é um transtorno com um componente biológico importante. Isto quer dizer que o estresse emocional agiu em conjunto com uma predisposição que o organismo carregava.

      Por isto, a idéia de curar um trauma não se aplica bem nestes transtornos.

      É claro que é importante avaliar o diagnóstico corretamente e buscar as melhores opções de tratamento disponíveis.

      Um abraço e boa sorte!

  10. 24
    cintia

    oi bom dia, sinto muitas dores de cabeça e tontura Ja fui ao neuro já fiz resonacia e n dar nada, há uma semana sinto dores no corpo tontura e dor de cabeça não quero conversar cm ninguém já fui ao medico e ele me disse q não tenho nada .gostaria de saber a quem devo procurar se e realmente um pisquiatra. As vezes acho que vou ficar louca tenho insônia me alimento mal em 2 meses já engordei mais de 10 quilos estou cm muita ansiedade não sei de que. por favor me mande uma resposta. obrigada.

    • 25
      Dr. José Hamilton

      Cintia,

      Dor de cabeça tem muitas causas, mas foi bom voce ter feito estes exames com o Neurologista, pois assim estão descartadas várias causas, incluindo tumores.
      Dentre as origens das cefaléias estão as causas emocionais, então acredito que vale a pena uma avaliação com o psiquiatra sim.

      Boa sorte!

  11. 26
    larissa

    Olá, o Dr. faz tratamento para bulimia/ compulsao alimentar?
    Trabalha sem convênios? Poderia marcar uma consulta por aqui?

    • 27
      Dr. José Hamilton

      Ola, Larissa

      Voce pode marcar uma consulta com minha secretária pelo telefone. É melhor para adequar o melhor horario, ok?

  12. 28
    Felipe

    Olá, meu nome é Felipe, tenho 25 anos e moro em Palhoça-SC. Desde meus 3 anos quando eu frequentava creche, eu fui uma criança agitada, não conseguia ficar parado, sempre atrapalhando os outros, isso me seguiu por anos, lembro que da primeira série até quando parei de estudar, eu era sempre repreendido por não ficar quieto em sala, por falar demais, por levantar questões que iam além da matéria. Com 6 anos fui levado a uma psicóloga, ela não sabia o que dizer, minha mãe nunca acreditou em distúrbios mentais, sempre pensou que isso acontece com pessoas que estão em débito com “Deus”, e então eu fui chamado de preguiçoso, bagunceiro, irresponsável, que vivia no mundo dos sonhos, a partir dos meus 16 anos fui tomado por um cansaço que perdura até hoje. Reprovei na sétima e oitava série e também no primeiro e segundo ano do ensino médio, então parei de estudar. Eu tentava, minha cabeça dizia para prestar atenção, mas quando eu percebia estava lendo algum texto que nada tinha haver com a aula, tentava decorar as matérias, as fórmulas, mas esquecia-as no momento que as provas chegavam, nada além das coisas que eu gosto me atraem. Em casa eu não consigo ajudar, por mais que eu tente, coisas simples, tais como lavar louça, fazer um almoço, não, eu simplesmente esqueço, começo a fazer e depois estou fazendo outras coisas ou não ouço o despertador e durmo até ser acordado aos prantos pela minha esposa. Os empregos que eu tive foram um desastre, atrasos, metas não cumpridas, esquecimento de tarefas, lentidão em processar coisas fáceis (não para mim), desorganização e desobediência. Mas todas essas coisas acontecem como se outra pessoa estivesse em mim, eu tento, juro pra mim mesmo e para os outros que vou mudar, mas até agora nada adiantou. Procurei ajuda psiquiátrica e psicológica, estou em tratamento há 2 anos, e o que me dizem é que tenho depressão, sim, provavelmente eu tenho, mas ela se desenvolveu em mim por algum outro motivo que foi ignorado anos atrás. Eu quero e preciso descobrir o que realmente tenho e ser tratado por médicos que se interessem pelo meu caso e que analisem todas possibilidades. Desde já agradeço.

    • 29
      Dr. José Hamilton

      Ola, Felipe

      Obrigado por compartilhar sua vivencia!

      Precisamos realmente investigar a fundo todas as possibilidades para entender o que está havendo, por isto, uma consulta deve ser aprofundada em sua história e devemos lançar mão de testes e exames complementares!

    • 31
      Dr. José Hamilton

      Juliana,

      O estresse pos-traumautico são crises de ansiedade e revivencias do episódio que causou o trauma. Em meu consultório realizo o tratamento do estresse pos-traumático, sim.

  13. 32
    Patrick Leonardo

    Ola Doutor,

    Meu nome é Patrick, tenho 24 anos e gostaria de saber se você consegue ‘diagnosticar’ o que venho sentindo ultimamente… Em 2010 tive uma crise que parecia que eu era outra pessoa, passei a tremores nas mãos, cansaço, falta de apetite, dentre outros sintomas, não tinha ânimo para nada… Aí, fui em um médico com ele fez diversos exames que não constaram NADA… E disse que era coisa da minha cabeça e disse que eu seu arrumasse um trabalho tudo iria melhora, pois na época estava desempregado. Quando arrumei emprego TUDO melhorou, minha vida voltou ao normal.

    Aí deduzi que fosse crise de ansiedade ou transtorno do pânico, pois sou uma pessoa muito nervosa e vivo com pensamentos negativos na minha cabeça… Aí do começo de Junho pra cá, venho sentido uma LEVES dores de cabeça, que não me atrapalha em nada, mas está me incomodando (por eu ter esses pensamentos negativos dentro de mim) já penso besteiras e já acho que é algo sério.. E com uma queimação na parte nuca e um pouco nos ombros, mas essa queimação já está melhor, e isso vem conforme fico pensando nessas coisas.

    Fui na UPA aqui no RJ, e o médico me disse que pode ser por causa da vista, que fico muito em frente ao computador de mal jeito, e me passou um remédio para dor de cabeça que acabei nem tomando, mas se fosse uma dor de cabeça normal, corriqueira, iria passar normalmente.. Então gostaria de saber sua opinião.

    Obrigado desde já.

    • 33
      Dr. José Hamilton

      Patrick,

      Tudo bem?

      Dentre os sintomas que descreveu existem muitos que correspondem a ansiedade, que pode ser uma causa de dor de cabeça.

      Para diagnosticar é necessário uma consulta pessoalmente, pois existem detalhes da história, do exame físico e até mesmo de exames complementares que somados formam um diagnóstico preciso.

      Por isto, recomendo que consulte um médico psiquiatra de sua cidade, ok?

      Um abraço e boa sorte!