Síndrome do pânico


Em minha clínica a Síndrome do Pânico é um diagnóstico bastante frequente. O mais interessante sobre esta doença é que seus pacientes geralmente passam por diversos médicos antes de receberem o diagnóstico correto.

Isto acontece porque o Transtorno de Pânico, nome médico para Sindrome do Pânico, provoca diversos sintomas que são facilmente confundidos com ataque cardíaco ou infarto, derrame, vertigem ou labirintite, asma, problemas gastrointestinais e muitos outros.

Mas afinal o que é Síndrome do Pânico?

A característica essencial deste transtorno são os ataques recorrentes de uma ansiedade grave (ataques de pânico) e geralmente são imprevisíveis.

Como em outros transtornos de ansiedade, os sintomas essenciais comportam a ocorrência brutal de:

  • palpitação
  • dores torácicas,
  • sensações de asfixia ou falta de ar,
  • tonturas e
  • sentimentos de irrealidade (como se estivesse num sonho)
  • medo de morrer, de perder o autocontrole ou de ficar louco.

Não se deve fazer um diagnóstico principal de transtorno de pânico quando o sujeito apresenta um transtorno depressivo no momento da ocorrência de um ataque de pânico, uma vez que os ataques de pânico são provavelmente secundários à depressão neste caso.

Além disto, todo paciente com sintomas de pânico devem ser investigados para descartar diagnósticos diferenciais.

Tratamento da Síndrome do Pânico

O tratamento do pânico é, na maioria da vezes, muito eficiente. São usados, geralmente, dois tipos de medicação:

  • Inibidores de recaptação de serotonina: Que tem função regular a produção de neurotransmissores no sistema nervoso central, impedindo assim o surgimento de crises de pânico.
  • Benzodiazepínicos: Que tem função tranquilizante, atuando principalmente no início do tratamento até que o equilíbrio do sistema nervosos esteja restaurado.

O tratamento, de maneira geral, proporciona melhora nas primeiras semanas, mas deve ser continuado por alguns meses para evitar recaídas.

Todo tratamento deve ser individualizado para cada paciente, sendo prescrito e acompanhado por um médico.

Dr. José Hamilton

Médico Psiquiatra
CRM-SC 17.236 

Baía Sul Medical Center, Sala 208
Florianópolis – SC
(48) 3207-0648